De olho no mercado de luxo

De olho no mercado de luxo

O sonho de muitas pessoas é ter um espaço confortável e luxuoso: aqueles disputadíssimos metros quadrados oferecidos em alguns dos bairros mais cobiçados do país. Mansões à beira-mar, apartamentos duplex equipados com a mais alta tecnologia, casas bem decoradas com uma bela vista… São estes os imóveis que caracterizam o mercado de luxo.

E diante da ânsia do brasileiro por novos lugares onde é possível morar bem, as ofertas do mercado de luxo parecem chegar aos compradores em ritmo de conta-gotas. Em algumas cidades, o valor mediano do metro quadrado vai de R$ 8 mil a R$ 15 mil, dependendo da sua localização. Mas, em se tratando do segmento de alto padrão, o preço raramente é um impedimento para a realização de um bom negócio.

Nos últimos anos, a demanda por imóveis com essa faixa de preço tem tornado-se maior que a oferta. Foi por isso que as construtoras, motivadas por esse cenário, começaram a investir cada vez mais em empreendimentos que atraíssem um tipo de público mais seleto, que está disposto a pagar. Nesse post, abordaremos um panorama geral do mercado de luxo, mostrando suas principais tendências e particularidades. Acompanhe!

O fator ‘localização’

Assim como o gosto, a boa localização de um imóvel também se discute. Esse, segundo os corretores, é o principal fator levado em conta pelos compradores na hora de escolher o local onde irão morar. Em São Paulo, por exemplo, vale mais a pena comprar um imóvel perto de uma das raras e preciosas áreas verdes da cidade ou de um mercado popular? Já no Rio de Janeiro, é mais viável morar próximo à praia e andar alguns metros para chegar até ela ou dirigir durante horas para encontrá-la?

Essas e outras perguntas fazem parte do ‘fator localização’, um dos mais utilizados pelos compradores do mercado de luxo no momento de sua decisão. E foi exatamente por causa dele que muitos bairros considerados ‘caros’ anos atrás, tiveram o valor do seu metro quadrado ainda mais elevado, assim como o seu potencial de valorização. Logo, não será raro vermos, nos próximos anos, o preço dos imóveis localizados nas regiões mais cobiçadas do país subindo em ritmo acelerado.

As características mais buscadas

O mercado de luxo costuma focar em bairros com características semelhantes, como aumento populacional, diversificação de serviços e o famoso trio da valorização imobiliária nas grandes cidades: parque, metrô e shopping center. Além desses, os compradores procuram atrativos específicos, como centros culturais com vida noturna agitada, ruas ‘ecologicamente corretas’ e até pontos privilegiados para aproveitar a Olimpíada de 2016.

Os bairros mais disputados do país oferecem algumas dessas características e uma vida confortável para os seus moradores. Mas, para a infelicidade dos demais, resta pouco espaço para a construção de novos imóveis. Podemos citar, como exemplo, as mundialmente famosas Ipanema e Copacabana, que continuam caras, sofisticadas e, a cada dia que passa, com menos espaço. Não é à toa que quase nenhum lançamento foi realizado nos últimos anos.

Conheça os 6 fatores mais importantes para a escolha do imóvel.

O mercado de luxo como aliado contra a crise

É inegável que estamos vivendo uma crise política e econômica, que afeta tanto a população como as empresas. E para contornar essa situação, muitas construtoras estão investindo ‘pesado’ no segmento de luxo, já que é a maneira mais viável para driblar esses períodos de turbulência. Afinal de contas, elas não precisam sequer fazer promoções e oferecer descontos. Basta ofertar um empreendimento com boa localização, bom acabamento e diferenciais atraentes para os clientes certos e eles acabarão assinando o contrato.

Mas, para atender à demanda, o setor terá que se ajustar e ampliar a sua capacidade de produção, por meio da adoção de tecnologias e soluções diferenciadas. Algumas construtoras já lançaram o atendimento personalizado, em que o cliente marca um horário para comparecer ao escritório central da empresa e, quando chega lá, é atendido com exclusividade e conforto. Tudo isso para oferecer aos compradores os metros quadrados mais desejados do país.

Manter a equipe da sua imobiliária motivada também é um fator importantíssimo para vencer a crise. Veja este post que preparamos sobre o assunto.

E você, o que acha do mercado imobiliário de luxo? Acha que ele continuará crescendo nos próximos anos? Compartilhe sua opinião com a gente nos comentários!

Receba nossos posts em seu email: