custos das vistorias

Razões para imobiliária avaliar os custos das vistorias

Aqueles gestores imobiliários que trabalham com um orçamento ilimitado ou livres de quaisquer preocupações relacionadas a custos muito provavelmente não existem. Empresas, organizações dos mais variados segmentos estão sendo pressionadas, cada vez mais, a reduzir suas despesas ao máximo. Imobiliárias não são diferentes e os custos das vistorias são alguns desses que podem ser reduzidos.

Isso porque este processo consome uma significativa parcela do tempo dos profissionais e do orçamento da empresa. No post de hoje, separamos algumas razões pelas quais a sua imobiliária deve avaliar os custos do seu processo de vistoria e também tomar medidas para minimizá-los.

5 razões para sua imobiliária avaliar os custos das vistorias

1. Analisar a performance da sua equipe

Os custos das vistorias são proporcionais ao desempenho da equipe. Quanto maiores forem esses custos, maior é o tempo que a equipe está levando para realizar as vistorias. Isso porque considera-se que a mão de obra é o maior custo embutido no processo de vistoria de imóveis.

Essa baixa performance acaba aumentando os prazos de ocupação e desocupação dos imóveis, impedindo os corretores de atenderem novos negócios. Falta de planejamento, treinamento e outros recursos, podem ser fatores que originam esse tipo de problema.

2. Otimizar os processos de vistoria

A necessidade de otimizar os processos, reduzir o tempo, aumentar a organização e melhorar o atendimento. São todas relações diretas com a redução dos custos das vistorias.

Um procedimento padrão que ajude os profissionais a realizar uma vistoria de forma detalhada e rápida ou mesmo aprimorar as rotas percorridas pelos profissionais desde a imobiliária até os imóveis, para que o tempo de deslocamento seja o mínimo possível, são possibilidades que devem ser apresentadas pelos gestores.

Uma forma de tornar todo o processo mais eficaz é a adoção de aplicativos e programas específicos, como o VistoriaSimples. Solução que permite agilizar e organizar o processo, reduzindo custos das vistorias.

eBook 7 passos fundamentais para uma vistoria infalível

3. Identificar problemas e contorná-los

Problemas também podem ser identificados por meio da avaliação eficiente das vistorias. Isso porque processos com falhas geralmente causam retrabalho, que eleva os custos das vistorias. Entre os problemas mais comuns que ocorrem em imobiliárias, podemos destacar a perda de relatórios de vistoria e o preenchimento incorreto ou incompleto de informações.

Quando o vistoriador se esquece, por exemplo, de anotar algo importante em seu relatório, ele fica incompleto e a falha provavelmente só será notada quando o inquilino (ou o proprietário) visitar o imóvel. As divergências serão relatadas à imobiliária, que, por sua vez, terá que mandar novamente o vistoriador ao imóvel para verificar o ocorrido. Toda essa revistoria gera um custo extra para a empresa — além de prejudicar o relacionamento da imobiliária com o cliente —, que certamente seria evitado se o processo fosse realizado de maneira certa.

4. Fazer cada vez “mais com menos”

Ao identificar os fatores que estão aumentando os custos das vistorias, os gestores podem tomar medidas para contorná-los e impedir que eles ‘suguem’ boa parte do orçamento da imobiliária.

Com as falhas eliminadas e os processos completamente otimizados, o time de corretores consegue melhorar a sua produtividade e fazer cada vez mais com menos, para que a empresa possa alcançar a almejada redução de custos. Abaixo, listamos os principais custos que os gestores precisam ficar atentos:

  • Salários dos funcionários, considerando encargos sociais e trabalhistas;
  • Vales alimentação/refeição;
  • Material de escritório;
  • Ferramentas de trabalho (computador, dispositivos móveis, softwares);
  • Aluguel de veículos, incluindo gastos com combustível e estacionamento.

Além disso, se o profissional responsável pela vistoria faz um trabalho eficiente e tem as ferramentas corretas, o próprio quadro de pessoal pode ser mais enxuto. Por exemplo, não há necessidade de um gerente dedicado apenas ao setor de vistorias ou ainda um revisor dos processos de vistoria. Isso já reduz bastante os valores, não é mesmo?

5. Poupar recursos e destiná-los a outras áreas

Com a redução dos custos das vistorias, a empresa consegue economizar tanto tempo quanto recursos financeiros. O tempo economizado pelos profissionais, decorrente da otimização dos processos, pode ser utilizado por eles para atender aos seus novos clientes.

Já os recursos financeiros economizados podem ser destinados a outros departamentos da imobiliária. O setor de marketing, por exemplo, para investir para atrair novos potenciais clientes.

Conclusão

Existem muitas razões para sua empresa avaliar os custos do processo de vistoria, não é verdade? Mas é importante lembrarmos que apenas ter conhecimento desses custos não basta. Também é preciso avaliar os processos e tomar medidas para contornar os problemas. Somente assim a sua imobiliária conseguirá reduzir os custos das vistorias e evitar que eles gerem um peso demasiado ao caixa.

E então, ficou convencido de que sua imobiliária precisa avaliar os custos dos processos de vistoria? Agora aproveite para saber como a vistoria pode aumentar a venda de imóveis!