O poder da fotografia de imóveis

Conheça o poder da fotografia de imóveis

A internet mudou os hábitos dos consumidores. Hoje em dia, é muito comum a busca por produtos e serviços no meio virtual. Mesmo quem não pensa em comprar online, usa a ferramenta para pesquisar preços e marcas. Esse novo comportamento também influencia o mercado imobiliário. Segundo uma pesquisa feita pelo Google (Think Real Estate), 56% do processo de escolha de um imóvel acontece pela internet.

Quem quer comprar ou alugar casas e apartamentos aproveita a comodidade trazida pela internet. As pessoas acessam sites de imobiliárias, usam filtros de pesquisa e conseguem encontrar imóveis que se encaixam nas suas necessidades sem sair de casa. E, para atrair a atenção do consumidor, no meio de tanta informação disponível, as fotos da propriedade são essenciais e podem ser o fator decisivo para um cliente em potencial agendar uma visita. Veja a seguir algumas dicas de fotografia de imóveis.

Conheça mais sobre o novo perfil de quem compra ou aluga imóveis.

A fotografia de imóveis e o aumento das vendas

Se a fotografia do imóvel consegue captar a atenção de quem está procurando, é grande a probabilidade da pessoa querer fazer uma visita. Quanto mais visitas o imóvel recebe, maiores são as chances de fechamento de negócio. Portanto, é preciso caprichar nos anúncios online. Para isso, existem dois fatores essenciais:

  1. A descrição do imóvel;
  2. A qualidade das fotografias.

A descrição deve passar todas as informações necessárias para que o cliente em potencial saiba se o imóvel é o que ele procura, mas as imagens têm o poder de encantá-lo. Para isso, é necessário usar apenas fotografias de qualidade, dos principais elementos do imóvel. Piscina, áreas de lazer, suítes, banheiras e jardins são alguns exemplos de itens que valorizam casas e apartamentos, portanto, são imagens que tornam o anúncio mais atraente.

É importante lembrar que a internet exerce uma grande influência sobre a tomada de decisão do consumidor moderno. Quando ele fica em dúvida entre dois produtos de uma mesma marca, com funcionalidades semelhantes, usa a web como ferramenta de apoio para escolher entre as duas opções. No mercado imobiliário não é diferente, e, quando a decisão é tomada virtualmente, as imagens pesam bastante.

Se você usa imagens escuras, sem nitidez ou de ambientes bagunçados e cheios de itens pessoais, é pouco provável que chame a atenção de possíveis compradores. Uma fotografia de qualidade inclui itens como:

  • Boa iluminação – para isso, prefira tirar fotos durante o dia;
  • Decoração clean – quanto mais limpo o ambiente estiver, melhor;
  • Bons ângulos – teste todos os ângulos dos cômodos para ter uma boa variedade de escolha.

Em outras palavras, para atrair a atenção (e a visita) de um bom número de clientes, inclua imagens que possibilitem que o internauta visualize os pontos fortes do imóvel. Use a fotografia para encantar o consumidor, mostrando que a casa ou apartamento possui boa iluminação, conforto e espaço.

A fotografia de imóveis e a vistoria

Outro momento em que a fotografia é um elemento importante é durante a vistoria de imóveis. Quando são anexadas imagens ao relatório, é possível visualizar melhor o estado de conservação das casas e apartamentos. O trabalho do vistoriador fica mais fácil, ágil e preciso. Além disso, a fotografia é mais uma maneira de documentar (e comprovar) como o local estava antes e depois de ser alugado.

eBook 7 passos fundamentais para uma vistoria infalível

A importância dos vídeos na divulgação de imóveis

A mesma pesquisa feita pelo Google aponta que no mercado imobiliário, 51% dos compradores afirmam ter sido influenciados por vídeos online. As buscas no Youtube sobre imóveis cresceram 133% de 2009 para 2013. Dentre os temas mais buscados estão: localização, dicas de especialistas e informações sobre as empresas e produtos.

Igor Lima, Head da Indústria de Bens Imobiliário do Google Brasil falou que em 2011, 59% das pessoas pesquisaram online antes de entrar em um site imobiliário. Em 2013, o número aumentou para 71%, ou seja, as pessoas estão usando mais a internet e gastando menos tempo em visitar pessoalmente os apartamentos ou stands.

Saiba como utilizar as mídias sociais no mercado imobiliário e também a usar o marketing digital para vender e alugar imóveis.

Que cuidados você tem com a fotografia de imóveis no site da sua imobiliária? As imagens utilizadas vendem bem o seu produto? Conte nos comentários!

Receba nossos posts em seu email: